A XP está se tornando sócia da Headline, a gestora do fundador do Buscapé, Romero Rodrigues, no primeiro investimento da corretora numa firma de venture capital.

A Headline nasceu da experiência de sete anos de Romero em sua antiga gestora, a Redpoint eVentures, que tem R$ 1,5 bilhão sob gestão em dois fundos, e foi um dos primeiros cheques de startups como Creditas, Gympass, Rappi e Olist. 

No primeiro fundo, safra 2012, a gestora levantou US$ 130 milhões e investiu em 30 startups; quatro se tornaram unicórnios. 

No segundo, de 2018, levantou US$ 175 milhões e aportou em 26. 

Segundo Romero, ambos os fundos estão com retornos acima de 25% ao ano, um target comum na indústria. 

Com a XP a bordo, a Headline quer levantar um novo fundo no Brasil. 

O foco será o mesmo dos anteriores — startups em early stage — mas com uma diferença grande no perfil do passivo. 

A XP vai distribuir o fundo em sua plataforma com tíquetes mínimos consideravelmente menores que o padrão da indústria — democratizando um mercado ainda restrito a bolsos fundos. 

A Headline também vai se beneficiar da capilaridade da XP, na medida em que seus 9 mil assessores de investimento, consultores e family offices vão potencializar a originação de oportunidades.

Há um ano, a XP já havia lançado um produto que permitia ao varejo ter exposição ao venture capital: um fundo de fundos com tíquete mínimo de R$ 50 mil e que investe em private equity e venture capital.