A ação da Vasta chegou a subir 73% agora à tarde com um boato de que a empresa estava sendo vendida – mas ao que tudo indica, os rumores eram apenas… rumores.

O papel fechou em alta de 52% na Nasdaq a US$ 4,59.

O boato acordou o mercado para a Cogna, a controladora da empresa, que passou a operar em alta e subiu 11,97% no final do pregão.

Fontes próximas à Cogna disseram ao Brazil Journal que não existe nenhuma venda da Vasta engatilhada, nem fato relevante a ser divulgado.

O boato veio no último dia de um non-deal roadshow realizado pela Vasta nos EUA. O CEO e o CFO da companhia fizeram reuniões com investidores mas não apresentaram nenhum dado novo, segundo uma pessoa que viu o conteúdo.

O BTG Pactual disse que recebeu mais de 40 perguntas durante a tarde sobre o movimento do papel.

Por ora, a hipótese mais provável para a alta é o fim do fluxo de venda por parte de grandes acionistas que estavam amassando o papel há meses.  

A Vasta estava em queda de 80% até ontem. O papel negocia cerca de 100.000 ações por dia.

A companhia fechou o dia valendo US$ 382 milhões. No after market, o papel está devolvendo parte dos ganhos, com queda de 10%.