Depois de quase nove anos como CFO da B3, Daniel Sonder está trocando a Bolsa brasileira pela de Hong Kong. 

Nos próximos meses, ele se muda com a família para a cidade controlada pela China para se tornar o co-head de emerging business development da Hong Kong Exchanges and Clearing Limited (HKEX).

Sua missão: liderar o desenvolvimento de novos negócios, incluindo o mercado de carbono, produtos ESG, ativos digitais e tokenização, data & analytics.  

Quem levou Daniel para o grupo foi Nicolas Aguzin, que desde maio passado é o CEO da HKEX. (Desde o ano passado, a HKEX disputa com o CME Group de Chicago o posto de maior Bolsa do mundo em valor de mercado.)

Nicolas e Daniel se conheceram há cerca de 20 anos, desde que trabalharam no JP Morgan: o argentino foi CEO para América Latina do JP Morgan de 2005 a 2012. 

Além do novo desafio, Daniel disse ao Brazil Journal que o convite vai matar a vontade da família de ter uma experiência vivendo fora do país. “O Nicolas está fazendo uma transformação cultural na Bolsa de Hong Kong e eu vi a oportunidade de aproveitar a experiência que adquiri no setor.” 

No último ano na B3, Daniel já vinha se dedicando a explorar novos segmentos para a bolsa brasileira, incluindo as áreas de ativos digitais e seguros.  O CFO esteve à frente da criação da Dimensa, a joint venture com a Totvs, e da aquisição da Neoway.

Enquanto isso, foi abrindo espaço para seu sucessor no dia a dia da empresa: André Milanez está na Bolsa desde 2009 e assumirá como diretor executivo financeiro e RI a partir de 2 de maio. 

Daniel se juntou à B3 como CFO em 2013, deixando um cargo de managing director no Credit Suisse depois de um convite do amigo Eduardo Guardia, que naquele momento trocava a diretoria financeira da B3 pela de produtos.