Adriano Pires, um dos mais respeitados consultores do setor de energia, está se associando ao Banco BR Partners para originar e assessorar transações nos setores elétrico, de petróleo e gás.

Adriano – um contribuidor frequente deste site – foi indicado para a presidência da Petrobras em março deste ano, tem amplo trânsito no setor de energia, onde trabalha há 21 anos, e é frequentemente consultado em temas como política energética e preços de combustíveis.

Seu Centro Brasileiro de Infraestrutura (CBIE) atende algumas das maiores empresas do setor, e há quatro anos abriu um escritório em São Paulo para expandir suas operações.

Na BR Partners, Adriano e o CBIE esperam alavancar sua rede de contatos para gerar negócios num modelo de revenue share.

A parceria vem num momento em que o setor elétrico ensaia uma consolidação, com players internacionais colocando certos ativos à venda, e em meio a um intenso interesse de private equity por ativos de geração e renováveis. O setor também tem uma agenda de privatizações nos estados e tem visto o surgimento de novas corporações como Vibra e a Eletrobras – além do anúncio recente da Copel de que pretende se tornar uma.

Cerca de 37% da receita da BR Partners vem da assessoria a fusões e aquisições, mas esta parcela tem decrescido nos últimos anos com o ramp up da área de mercado de capitais, que estrutura operações de dívida, e do sales e trading, que se beneficiou de um balanço maior depois do IPO do banco ano passado.

“O Adriano é uma referência no setor de energia. É um especialista que conhece a história de todos os players desse mercado e que consegue enxergar para onde os mercados de energia estão indo, por isso tenho certeza que ele vai agregar muito aos nossos clientes,” o fundador do banco, Ricardo Lacerda, disse ao Brazil Journal.