12.01.2023_BOTTOMLINE_JP_NASCIMENTO_CVM_V5.mp4
play-rounded-fill

12.01.2023_BOTTOMLINE_JP_NASCIMENTO_CVM_V5.mp4

“Preciso de duas a três vezes mais servidores”, diz presidente da CVM

16 de jan, 2023

A CVM tem uma extensa agenda para 2023, que inclui a implementação das novas regras para o mercado de fundos e de criptoativos, além da regulação de assessores de investimento e influenciadores digitais. Fora disso, terá o papel de investigar o complexo caso da Americanas. Nesta entrevista, João Pedro Nascimento, presidente da CVM, detalhou as prioridades para o ano e disse que o mercado pode aguardar novidades importantes. Mas ressaltou a falta crônica de recursos da autarquia. “Preciso de duas a três vezes mais servidores para fazer um trabalho adequado”, afirmou. Segundo ele, a CVM arrecada R$ 800 milhões de reais por ano apenas com taxas de fiscalização (sem incluir multas e outras receitas). O orçamento para 2023 é de R$ 25 milhões.

Siga o Brazil Journal no Instagram
Seguir