RUMO_V3
play-rounded-fill

RUMO_V3

Governo deve olhar para frente para dar segurança ao investidor, diz CEO da Rumo

19 de maio, 2023

Após renovar a concessão da Malha Paulista e vencer o leilão da Malha Norte-Sul, o CEO da Rumo João Alberto de Abreu diz que o foco da empresa precisa ser executar o próprio portfólio e não buscar novas concessões.

Mas, para atrair outros investidores interessados em financiar projetos de infraestrutura – o histórico gargalo do Brasil –, o governo deveria aproveitar o início de mandato e passar uma mensagem clara de que vai olhar para frente e evitar retrocessos. “O Brasil precisa manter tradição de respeitar contratos.”

No primeiro tri, a Rumo conseguiu reverter um prejuízo de R$ 66 milhões para um lucro de R$ 70 milhões, mesmo embarcando 10% menos carga. A queda no volume se deveu a fatores atípicos como uma safra de soja menor e vandalismos nas regiões portuárias, algo que o executivo vê como solucionável neste ano.

Siga o Brazil Journal no Instagram
Seguir