13.01.2023_DAYTRADE_SERGIO_FAUSTO_fhc_V4.mp4
play-rounded-fill

13.01.2023_DAYTRADE_SERGIO_FAUSTO_fhc_V4.mp4

Falta ‘sintonia fina’ a Lula ao falar de militares e economia, diz Sergio Fausto

18 de jan, 2023

O presidente Lula é um político “substancialmente pragmático”, mas, no do início do atual mandato, revelou-se “um pouco mais carregado ideologicamente” do que nos governos anteriores, afirma o cientista político Sergio Fausto, diretor-geral da Fundação Fernando Henrique Cardoso. “Lula parecia mais livre, leve e solto em sua primeira passagem no governo.” O presidente “aguça desnecessariamente a desconfiança do mercado,” afirma Fausto, ao, por exemplo, dizer que os ministros não deveriam chamar a despesa pública de gasto.

Na avalição do cientista político, as reações dos últimos dias demonstraram que “tende a zero” o risco de uma ruptura institucional. A gravidade da conjuntura, porém, exige de Lula uma “sintonia fina” em sua retórica ao tratar de questões militares e econômicas – e, diz Fausto, o pior que o País poderia ter neste momento seria uma crise conjunta nessas duas áreas.

Siga o Brazil Journal no Instagram
Seguir

Últimos vídeos