A Petland está trazendo os CEOs da Ri Happy, Ronaldo Pereira, e da Remax, Peixoto Accyoli, para seu conselho de administração – fortalecendo sua governança com dois executivos com ampla experiência em expansão de franquias. 

Ronaldo está há dois anos na Ri Happy e antes passou outros 10 na Óticas Carol. No período, ele liderou uma expansão que fez a empresa passar de 90 para 1.350 lojas até ser vendida para a Luxottica em 2017 por R$ 850 milhões.

Ronaldo “tem um expertise muito grande em varejo e em conversão de lojas, que é uma das nossas principais estratégias de crescimento,” o CEO da Petland, Rodrigo Albuquerque, disse ao Brazil Journal. “A Óticas Carol também adotou uma estratégia que queremos implementar: crescer em espiral usando muita força de mídia para gerar percepção de marca.”

O convite a Peixoto segue uma lógica semelhante. 

O executivo está há mais de 12 anos na Remax, a franquia de corretoras de imóveis que ele trouxe para o Brasil junto com outros executivos e que já tem mais de 600 lojas no País. A Remax também tem sua expansão calcada no modelo de conversão de franquias. 

Há ainda um benefício adicional.

“Ele tem muito conhecimento com operações internacionais e em como se relacionar com a matriz,” disse Rodrigo. “Agora que a Petland americana está entrando no nosso cap table isso vai ser bem importante pra gente.”

A vinda dos dois executivos vem num momento em que a Petland está acelerando sua expansão após o investimento da família Jereissati na empresa. 

Além de Rodrigo e seu pai Fernando Albuquerque, o outro membro do conselho é Pedro Jereissati.

SAIBA MAIS

Família Jereissati compra 20% da Petland