A Raízen Combustíveis — joint venture da Shell com a Cosan — e a Oxxo, a maior rede de lojas de conveniência da América Latina, serão sócias num negócio de lojas de proximidade, disputando mercado com redes como Lojas Americanas, Pão de Açúcar e Carrefour.

A Oxxo — que tem mais de 18.000 lojas no México, Colômbia, Chile e Peru — vai trazer sua expertise de varejo para operar e expandir as lojas Shell Select, que hoje estão em 1.000 dos 6.500 postos da Raízen, mas também para criar uma rede de lojas de proximidade com a bandeira Oxxo.

Raízen e Oxxo vão criar uma nova empresa — a Raízen Conveniências — que terá management e governança próprios.  Para ficar com metade da joint venture, a Oxxo fará uma contribuição em caixa que financiará o capex dos primeiros três anos da sociedade.

Os sócios atribuíram à JV um entreprise value inicial de R$ 1,12 bilhão.

Por pelo menos uma década, a Oxxo tem manifestado interesse em trazer seu modelo de negócios para o Brasil, mas só agora conseguiu um parceiro local com capital e escala.  A empresa sempre disse que seu maior desafio era entender e se adaptar ao gosto de consumidor brasileiro, que geralmente gosta de comer na padaria e rejeita sanduíches prontos.

A Oxxo é uma subsidiária da FEMSA, a cervejaria mexicana que por sua vez controla a Coca-Cola FEMSA, o maior engarrafador independente de Coca-Cola do mundo.

A notícia vem no momento em que a BR Distribuidora está escolhendo um parceiro para alavancar sua própria operação de lojas de conveniência, a BR Mania.  
 
Também vem num momento em que as Lojas Americanas estão desenvolvendo seu próprio formato de conveniência, chamado Local, com mix de produtos reduzido e mais voltado para alimentação. A empresa já tem cerca de 40 lojas, principalmente no Rio.