Por algum motivo, o Nubank deu disclosures diferentes sobre seu contrato com Anitta nos prospectos enviados à SEC e à CVM.

A versão em inglês do prospecto trouxe mais detalhes, incluindo o valor do contrato: R$ 36 milhões. A cantora e empresária foi anunciada como conselheira do Nubank em 21 de junho.

Tanto no documento em inglês quanto em português, as informações sobre o contrato do Nubank com a Rodamoinho, a produtora de eventos de Anitta, estão na seção sobre “transações entre partes relacionadas.”

O documento em inglês diz claramente que o banco fechou um contrato com a Rodamoinho, que é controlada por Larissa de Macedo Machado (Anitta), integrante de seu conselho de administração. Diz ainda que o  contrato foi fechado em 30 de junho de 2021, tem duração de cinco anos, e o Nubank vai pagar R$ 36 milhões em troca de serviços de marketing e publicidade.  

O documento também diz que parte do pagamento será feito com a emissão de ações restritas (RSUs). 

Já o prospecto em português diz apenas que o Nubank assinou um contrato de prestação de serviços e direito de uso de nome com a Rodamoinho, “de titularidade de membro do conselho de administração da companhia”. O nome de Anitta — ou Larissa — sequer é citado.  

O nome de Anitta também não é citado no formulário de referência anexado ao prospecto em português. Nele, a companhia informa o valor do contrato com a Rodamoinho (R$ 36 milhões) e também diz que, em 30 de setembro, o saldo a pagar nesse contrato era de R$ 16 milhões. 

Nem em português nem em inglês o Nubank diz qual percentual de suas ações está com a Berkshire Hathaway, de Warren Buffett, que, em 8 de junho, investiu US$ 500 milhões no banco. Segundo uma fonte, o investimento de Buffett foi na forma de preferred equity [um tipo de dívida com retorno garantido], e não common stock, a ação ordinária, que expõe o investidor 100% ao risco do negócio.

A única citação a Buffett nos dois prospectos aparece quando se informa o compromisso do fundador David Vélez e de sua esposa com o “The Giving Pledge”, o programa filantrópico criado por Buffett e Bill e Melinda Gates.