A JSL – a empresa de logística rodoviária do Grupo Simpar – está comprando a Truckpad, uma startup que conecta caminhoneiros e transportadoras por meio de um aplicativo.  

A JSL vai ficar com 100% da Truckpad. O preço: assumir  a dívida de R$ 10 milhões. 

A Truckpad nasceu há dez anos e foi a primeira startup brasileira a substituir a figura do agenciador — que ia nas estradas buscar caminhoneiros dispostos a levar as cargas que sobravam das transportadoras. 

No final de 2019, em meio a planos de crescer na América Latina, a Truckpad recebeu um investimento da chinesa Full Truck Alliance, que opera no mesmo nicho. 

A Full Truck Alliance fez um IPO demandado na NYSE em junho de  2021, mas as ações despencaram com o mau humor dos investidores com ações de tecnologia da China. Em abril deste ano, a empresa suspendeu um dual listing na bolsa de Hong Kong por conta de investigações da autoridade cibernética chinesa, segundo a Reuters.

A Truckpad tem hoje mais de 1,5 milhão de downloads de seu  aplicativo – são 800 mil motoristas cadastrados, 70 mil dos quais ativos, e 30 mil transportadoras.  A empresa tem parcerias comerciais com Mercedes-Benz, Petrobras, ZF, Pirelli, Bosch e Michelin. 

A JSL está enxergando nessa aquisição a possibilidade de digitalizar sua malha logística e transformar a relação da Truckpad com embarcadores, transportadoras e caminhoneiros. 

Segundo a JSL, a Truckpad participa na intermediação de fretes, mas deixa lacunas na prestação de serviços, que passarão a ser exploradas agora. 

A empresa vai passar a oferecer serviços financeiros customizados, como crédito e antecipação de recebíveis; a possibilidade de venda e locação de caminhões pela plataforma, além de serviços de rastreamento em tempo real e otimização de rotas.