Discretamente, o Blackstone vendeu hoje metade de sua participação no Pátria Investimentos.

O bloco de 6,5 milhões de ações Class A – equivalente a 12% do capital do Pátria – foi coordenado pelo JP Morgan em Nova York.  

O JP Morgan deu garantia firme a um preço que representava um desconto ao redor de 10% sobre o fechamento de ontem – e, segundo participantes do mercado, revendeu o papel a uma faixa de preço com um desconto máximo de 8,8%. 

Aparentemente, sigilo era algo relevante: Blackstone e JP Morgan fizeram a transação quase off market. Uma tela da Bloomberg permite ver trades (na madrugada de ontem para hoje) substancialmente abaixo do preço de fechamento de ontem (em linha com o desconto exigido pelo JP Morgan) mas é impossível ver as quantidades negociadas.

O papel fechou hoje em queda de 3,6% a US$ 17,70.

O Blackstone esperou a divulgação do quarto trimestre, que aconteceu ontem, para fazer a venda. A ação reagiu bem ao resultado e subiu mais de 4%.

Esta é a terceira vez que o Blackstone reduz sua participação. No IPO, em janeiro de 2021, a gigante de private equity reduziu seu stake de 41,8% para 36,2% das Class A. (O IPO foi 55% primário/45% secundário, e o papel saiu a US$ 17.) No terceiro tri, vendeu mais 12 pontos percentuais, ficando com 24% das Class A.