A SEC está acusando o ex-vice-presidente de finanças e RI do IRB, Fernando Passos, de ter plantado uma história falsa na imprensa dizendo que a Berkshire Hathaway havia comprado ações do ressegurador em fevereiro de 2020.

Segundo a SEC, Passos estava preocupado com a queda das ações do IRB depois de um relatório de um investidor “short” no papel – a gestora Squadra – questionar o balanço do ressegurador.  Em seguida, a SEC diz que o CFO criou e compartilhou uma falsa lista de acionistas que mostrava que a Berkshire havia feito compras substanciais de ações do IRB.

Segundo a SEC, Passos divulgou a informação falsa a analistas e investidores durante reuniões no Reino Unido e nos EUA. 

A queixa da SEC foi apresentada ao Tribunal Distrital de Nova York, alega violações das disposições antifraude do Exchange Act e busca penalidades administrativas e também em dinheiro.

Em uma ação paralela, o Departamento de Justiça dos EUA anunciou hoje acusações criminais contra Passos.