O Bank of America analisou os números de downloads de aplicativos dos bancos digitais brasileiros nos últimos três anos e chegou a cinco conclusões: 

1. Os downloads seguem em alta: eles alcançaram a média de 21 milhões ao mês em 2021, com crescimento de 33% em relação aos 15 milhões em 2020 e de 160% em relação aos 8 milhões mensais de 2019.

Isso significa que foram mais de meio bilhão de downloads de aplicativos nos últimos três anos, ou 3,3 apps baixados por adulto no Brasil – uma descoberta consistente com a observação empírica de que muitos brasileiros têm contas em diversos bancos.

Para os analistas do banco, o crescimento pode ser explicado pelas ações de marketing das fintechs, pelo fato de as pessoas terem ficado mais em casa e pelas transferências do Governo durante a pandemia, que chegaram a 68 milhões de pessoas em 2020 e 39 milhões em 2021. 

2. Cinco ‘neobanks’ estão sempre entre os ‘Top 5’ em  downloads:  Nubank, PicPay, Pan, PagBank e Mercado Pago.  Mas dados mais recentes mostram que só o Nubank está mantendo um ritmo forte – os outros quatro estão desacelerando desde abril. 

Os dados também mostram o crescimento de novos players, como C6 e Inter, e das fintechs dos bancos incumbentes, como o iti, do Itaú; o banco digital Next e a conta digital Bitz, ambos do Bradesco.  

Para o Bofa, parte da desaceleração pode ser explicada pelo fim da ajuda financeira do governo, uma vez que esses bancos têm maior foco na população de mais baixa renda. 

3. Alguns participantes relativamente novos têm se destacado: Pan, C6, BV, BanQi, Bitz e Iti tiveram quase zero downloads em 2018, mas representaram um terço do total em 2021. 

O Bofa diz que os apps dos bancos tradicionais  (Bitz, Next, Digio, iti e Superdigital) representaram 19% dos downloads em 2021, contra 12% em 2020, o que indica que os incumbentes podem implementar iniciativas digitais com rapidez e sucesso se tiverem foco. 

4. O engajamento tem diminuído consistentemente, já que o aumento de usuários ativos não acompanhou os downloads.

Os usuários ativos aumentaram 53 milhões em 2021, o que  representa uma desaceleração em relação aos 62 milhões de 2020. 

Os dados indicam que apenas 29% da base de usuários que fez o download passou a usar o aplicativo em 2021, contra 34% em 2020 e 38% em 2019. 

O Banco Pan e o Nubank tiveram os maiores engajamentos  – 48% e 43% – enquanto PagBank, com 21%, e PicPay, com 14%,    mostraram apenas um aumento marginal de usuários ativos em 2021. 

5. A concorrência esquentou entre as corretoras digitais: BTG, Modal e Nu Invest ultrapassaram a XP em downloads em 2021.

Mas a XP ainda é a corretora digital líder, considerando as suas três marcas, XP, Rico e Clear.  Na semana passada, como reportamos aqui, a XP anunciou a compra do Modal.