A Lupo fechou 2021 com crescimento de receita 30% acima do esperado pela empresa. As vendas cresceram em todos os canais, o mix de produtos se diversificou e a Lupo conseguiu repassar a alta dos custos. 

A performance veio no ano em que a centenária fabricante de meias e roupas íntimas se preparou para um IPO que não foi adiante dadas as condições de mercado. 

A CEO Liliana Aufiero disse ao Brazil Journal que o fechamento da janela de mercado acabou sendo ‘bom’ para a Lupo.

“Nas reuniões com investidores, sentíamos uma certa dúvida da parte deles se iríamos conseguir entregar o nosso plano de crescimento”, disse Liliana, que é neta do fundador da empresa. “Eles não entendiam que a Lupo não é apenas uma fábrica, mas que desde o nascimento a empresa é um misto de operações comercial e industrial.” 

A empresa entregou crescimento sem se alavancar. “Nós estamos executando o plano do IPO com a nossa geração de caixa,” disse Liliana. 

A receita líquida de 2021 foi de R$ 1,33 bilhão – 30% acima do que a empresa projetava no início do ano – e uma alta de 81% sobre 2020 e de 49% sobre 2019. 

As meias respondem por 22% das vendas, seguidas por cuecas (21%), máscaras e lingerie (19%). 
A LupoSport, a grande aposta de crescimento da empresa, alcançou uma participação de 10% nas vendas – e aumentou sua receita em 120% ano contra ano. 
 
A venda de máscaras – que a empresa está parando de produzir com o fim da pandemia – contribuiu para os resultados, mas foi mais relevante ainda para mostrar a velocidade e capacidade de inovação tecnológica da Lupo, disse Carlos Mazzeu, diretor superintendente e de RI. 

A margem EBITDA ficou em 28,6% em 2021, ante 8,8% em 2020 e 19,8% em 2019. A margem líquida foi de 22,4% ante 24,7% em 2020. 

O CFO João Daniel Buoro disse que a Lupo trabalha para manter as margens nesse patamar, acima da média do mercado.  
 
A Lupo abriu 159 lojas e encerrou o ano com 803; a expansão foi acelerada em 2021 e também contribuiu para o crescimento de receita acima do esperado.

As vendas no conceito ‘mesmas lojas’ cresceram 31% em 2021, e 26% no quarto trimestre. 

No varejo multimarcas,  a Lupo chegou a 1.251 novos pontos de venda, e o ecommerce cresceu 147% ano contra ano.

A Lupo comprou no início do ano uma fábrica da Marisol no Ceará. A aquisição é parte da estratégia da empresa de investir e expandir suas linhas de moda esportiva, pijamas e roupa íntima masculina.