A Berkshire Hathaway adquiriu pouco mais de 5% do capital de cada uma das cinco principais tradings japonesas — Itochu, Marubeni, Mitsubishi, Mitsui e Sumitomo — num investimento de cerca de US$ 6 bilhões a preços de sexta-feira.
 
As compras foram feitas ao longo dos últimos 12 meses na Bolsa de Tóquio. 

A Berkshire disse que as tradings são um investimento de longo prazo e que pode aumentar sua participação em qualquer uma delas até no máximo 9,9%, dependendo do preço — qualquer compra acima deste limite só vai ocorrer se aprovada pelos conselhos de administração das tradings, em linha com o histórico de Buffett de nunca fazer um investimento hostil.

“Estou muito satisfeito por ter a Berkshire Hathaway participando do futuro do Japão e das cinco empresas que escolhemos para investimento”, disse Buffett.
 
Ele notou que as tradings têm muitas joint ventures ao redor do mundo e tendem a fazer novas parcerias do tipo.  “Espero que, no futuro, haja oportunidades de benefício mútuo,” disse Buffett, que completou 90 anos neste domingo.
 
Diversas dessas tradings têm investimentos históricos no Brasil.
 
As ações das tradings estão em alta de 10% na manhã desta segunda-feira em Tóquio.
 
Correção:  A versão original deste artigo reportou um valor errado para o investimento combinado nas cinco empresas.