Uma viagem para o futuro.

É assim que grandes empresas estão se preparando para competir num mundo cada vez mais acelerado onde a necessidade de se adaptar tornou-se competência essencial.

Isso pode parecer ficção científica, mas é real. Ao invés dos tradicionais programas de capacitação executiva, as maiores empresas do país estão investindo em experiências presenciais nos principais polos de inovação ao redor do mundo, visando acelerar seus processos de transformação e conexão.

Mas o que isso tem a ver com o futuro?

Simples. Os grandes polos globais de inovação e tecnologia ditam tendências e por isso encontram-se sempre alguns anos à frente do que é praticado aqui no Brasil. Novas tecnologias, novos modelos de negócios, novas práticas de gestão, tudo à frente do nosso tempo por aqui.  

Colocar executivos em contato com tudo isso é como visitar o futuro para depois retornar ao passado podendo usar todo esse conhecimento como vantagem competitiva relevante. Quem já não sonhou com espiar o futuro para depois acertar os números da loteria?

Esse é o exemplo da Elo, que junto com a StartSe University realizou uma imersão internacional em Israel onde puderam explorar o lugar conhecido mundialmente como ‘Startup Nation’. 

“Israel respira empreendedorismo,” diz Duda Davidovic, a head de inovação da Elo. “Nós sabíamos, acompanhando os investimentos de VC e as empresas israelenses, que era inevitável conhecer e se conectar a esse hub de inovação. Nós só não imaginávamos o quanto aprenderíamos além do que geralmente vemos na cultura do Vale do Silício. Para uma empresa igual a Elo, que está sempre buscando a fronteira do conhecimento, visitar e conhecer tantas empresas disruptivas e a cultura israelense de fazer as coisas foi chave para planejarmos nossos próximos passos e disseminar inovação dentro de casa.”

O que as empresas têm percebido é que diferentemente das experiências educacionais tradicionais, esse tipo de imersão provoca mudanças mais definitivas. Existe uma diferença importante entre ouvir falar sobre algo e sentir aquilo na pele. Imersões criam memórias, alteram comportamentos de forma perceptiva, além de criar laços profundos entre os times que vivem aquilo.

Foi isso que a Galderma buscou ao organizar com a StartSe University um Programa com imersões ao Vale do Silício envolvendo não somente seus times e principais clientes, mas criando fortes laços de colaboração e encantamento. “Foram palestras envolventes e inspiradoras, com muita troca de experiências e networking,” disse Geraldo Arantes Jr, business operations director da Galderma. “Nós da Galderma assumimos o compromisso de resgatar o conceito de parceria através de sua essência, que é a ideia de cooperação para alavancar o crescimento mútuo.”

Se no passado um MBA internacional ou curso de educação executiva no exterior garantia a atualização e conhecimento necessários para a gestão, hoje em dia a experiência de aprendizagem em hubs internacionais proporciona não apenas o conhecimento “direto da fonte”, mas também – a partir de conversas, observação e construção de projetos – permitem a construção de um networking diferenciado e global.

Esse é o caso Celepar, que elegeu a StartSe University como sua parceria para instituir novos escritórios avançados de inovação localizados no Vale do Silício e em Lisboa. As novas estruturas devem possibilitar não somente conhecimento para seus líderes mas também conectar a empresa e seus clientes diretamente com novas soluções tecnológicas permitindo desenvolvimento de novos negócios e produtos a partir de relações internacionais com startups e empresas de tecnologia. Segundo o presidente da Celepar, Leandro Moura, “o objetivo dessa internacionalização é a imersão no mercado mundial, com conexão direta ao ecossistema de inovação nos principais polos tecnológicos do mundo”. 

Nos últimos 6 anos, a StartSe University consolidou-se como um grande player global de imersões executivas internacionais. Possui um portfólio de Programas Internacionais Executivos que acontecem direto de seus Hubs fixos localizados nos polos mais relevantes para inovação no mundo como Silicon Valley, Singapura, Israel, China, Portugal, Estônia e Miami. 

Os times locais respiram inovação 24hs por dia para garantir, que somente o conhecimento e networking mais relevante seja apresentado aos seus alunos.

Mais de 5.000 executivos já passaram por suas imersões, dedicadas para construção de vasto repertório tecnológico, revisão profunda de modelos de negócio e de gestão, conexão com as empresas mais inovadoras da Nova Economia e muito networking. Tudo isso “bebendo conhecimento direto da fonte” de onde acontecem as maiores transformações do mundo hoje. 

Se você quiser conhecer mais sobre turmas exclusivas corporativas e pacotes promocionais para imersões internacionais da StartSe University basta acessar aqui e uma equipe especializada entrará em contato.

Todo investimento em Programas de Treinamento Executivo tradicional  não foi suficiente para preparar lideranças para o próximo nível. O que ela precisa agora é de uma Experiência educacional de Impacto que seja realmente profunda e transformadora. 

A StartSe University está pronta para acelerar sua transformação ao redor do mundo.