A Arcos Dorados – dona da franquia master do McDonald’s em 20 países da América Latina e do Caribe – levantou US$ 350 milhões com um sustainability-linked bond (SLB) com vencimento em sete anos (2029). 

O bond saiu a um yield de 6,125%, comparado a um guidance inicial “acima de 6,5%”.  A demanda atingiu US$ 1,1 bilhão. 

Quando lança um título SLB, o emissor se compromete com metas de sustentabilidade que, se não cumpridas, geram uma penalização na taxa. 

Nesse bond, a Arcos Dorados incluiu metas de desempenho associadas ao compromisso assumido pela empresa de reduzir sua emissão de gases de efeito estufa em 36% em seus restaurantes e escritórios e em 31% em sua cadeia de suprimentos até 2030.

A empresa vai usar os recursos para financiar a recompra de duas outras emissões. 

A Arcos Dorados vai usar os recursos para financiar uma recompra de dois outros títulos. Um deles vence em 2023, tem yield de 6,625% e US$ 201 milhões de principal. O outro vence em 2027, tem yield de 5,875% e US$ 536 milhões de principal – para esse papel, a oferta de recompra da empresa é limitada a US$ 150 milhões. 

Os coordenadores da emissão de hoje foram Citi, Itaú, JP Morgan e Santander.